Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a herança do vazio

Blogue de pensamentos, acontecimentos, experiências, viagens e coisas minhas.

a herança do vazio

Blogue de pensamentos, acontecimentos, experiências, viagens e coisas minhas.

Novembro 14, 2019

m.

Aqui há uns tempos, estávamos a falar da morte das nossas personagens favoritas nas séries, e o exemplo mais gritante e que me arrepia logo, foi  a morte das "minhas personagens" na série Anatomia de Grey , desde que mataram o MCBOM nunca mais consegui ver a série como a via antigamente.

Ando a ganhar coragem par ver a série A Guerra dos Tronos....dizem que também morrem muitas personagens....

Acabei de ver outra série, e o personagem principal, morre no episódio 10, e a série tem 12 episódios, assim que ele morreu, desliguei da série, e nem sei quem ficou com quem, se foi feita justiça, seja o que for, não quero saber.  

 

Julho 12, 2019

m.

Bem, há muitos anos (sim estou a ir para velhota, mas não estamos todos?), eu via novelas, brasileiras,  à  falta de melhor, era fã assídua, gostava e perdia tempo a ver.

Depois cresci, e começaram as portuguesas, via em família, em união, comentavam-se, mandavam-nos calar, e nós adolescentes suspirávamos pelos "Diogos Infantes" desta vida.

Voltei a crescer,  em maturidade e gostos e os critérios sobre as novelas, começaram a ser diferentes, as próprias começaram a enrolar, e enrolar, e as tantas vias um episódio à segunda, e podias estar duas semanas que quando voltasses a ver à sexta, pouco ou nada se perdia, e deixei completamente, bem completamente, não, às sextas uma vez por mês, reunião de família (e a pequenada adora, então se tiver pistolas, é uma maravilha) e lá tenho que levar com a novela do momento.

Quando mudei para esta cidade, a fronteira plantada, vi que conseguia ver os canais do País vizinho, e cerca do ano passado por aí, vi num canal, uma série (é mais fino, que novela, ou telenovela), que me despertou o interesse, comecei a ver, esta sim não podia deixar de ver todos, os dias, porque de dia para dia perde-se um bocado o fio a meada. Achei que era Israelita, não sei porquê, (se calhar pelo Eurofestival), depois fiz uma pesquisa e vi que era turca, é pá...turca, isto é tão estranho, porque nunca imaginei os turcos (só os do bazar não sei quantos que aparece no filme do James), e surpresa, de onde aquela novela e actores vieram há mais, muito mais, e não têm nada a ver com as nossas, é muito melhor, não enrola, despacham problemas e soluções, não há p*do, como dizia a minha avó, beijos castos, e olhares que dizem mais do que mil palavras e gestos. E me deixam completamente arrebatada, em frente ao televisor, não vá eu perder, palavra do que aquela gente diz, que já me bastam as legendas em castelhano que me vejo "turca" para as acompanhar....Tão boa esta descoberta.

Abril 19, 2018

m.

Sim também tenho opinião, porque eu vi a primeira temporada e tal como agora o resto dos outros fiquei entusiasmada,  adorei as personagens e O Professor, é simplesmente uma das maiores e melhores personagens construídas. Todo o elenco é genial e a história é complementada e orientada numa determinada direcção, brilhantemente escrita e representada.

Não vi a segunda temporada, mas sinceramente duvido que tenha conseguido superar a primeira, eu fico-me com a excelente primeira temporada, até porque os autores que já não estão fazem quanto a mim alguma diferença.

Janeiro 08, 2018

m.

Tão bom, comecei com o Star Wars - O Último Jedi e as expectativas foram superadas, tantas, que no final do filme, perguntei para quando o próximo episódio, ficou um gosto  a quero mais, porque é muito bom, mesmo, e ver pela última vez a Princesa Leia, um adeus a uma grande personagem.

Depois de uma caminhada saudável, ventosa e fria, entra-se no universo das Chicas, Las Chicas del Cable, temporada 1, porque vamos com calma, é para digerir e porque ainda não percebo a 100% a língua espanhola, já tinha visto alguns excertos e a história passada nos longínquos anos 20 é uma visão da sociedade da época, das dificuldades que as mulheres tiveram e passaram para se imporem num mundo exclusivamente masculino, ainda hoje é um assunto mais do que actual. A relação entre as protagonistas vai em crescendo, e a relação amorosa, é sempre uma garantia de sucesso em qualquer série, principalmente se nos colocam "los más guapos" (Yon González; e Martiño Rivas), de Espanha no ecrã, quer dizer tenham dó quem resiste a uma série com estes personagens. O passado associado a cada uma delas, bem construído e imaginado,  e é tão distinto de cada uma que o estranho é que se tornem amigas, e aliadas. tenho acompanhado algumas séries espanholas e eles estão a fazer-las muito bem,

 

Tenho a dizer que em relação ás pipocas, as do cinema comi ainda não tínhamos encontrado o Luke, é o que dá começarem com os genéricos do próximos filmes,  e as que acompanharam a série, nem ao fim do primeiro episódio duraram.....depois não apeteceu fazer mais

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub