Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a herança do vazio

Blogue de pensamentos, acontecimentos, experiências, viagens e coisas minhas.

a herança do vazio

Blogue de pensamentos, acontecimentos, experiências, viagens e coisas minhas.

27
Jan19

Shopping de mãos vazias

m.

Um dia destes faço anos, e algumas prendas já começaram a ser abertas, por insistência da pessoa, era um livro, mas eu já tenho este livro, (ela ficou triste), pude ver na cara dela, mas eu até me recordo de trocarmos impressões sobre a autora e os livros, não percebo como não se lembra, ou não me perguntou, mas como vinha com um vale troca, deu para ir à loja e trocar por ....plástico. Depois de uma eternidade na fila, o que tem a ver uma troca com reparações variadas de equipamentos, não percebi, lá fui atendida por um  moço  simpático ao contrário do colega que atendeu uma fulana que conhecia na minha vez, desculpo, porque o outro veio logo, disse que era para trocar um livro e ele paga no recibo e dá-me assim como que a meias escondidas o vale com o valor e um cartão de plástico. Fiquei tão frustrada com o atendimento que optei por sair da loja, acalmar e voltar outro dia com calma e escolher a prenda com calma para que tenha um bom sentimento associado.

10
Jan19

Doação e colocar a ler quem não o faz

m.

Escolhi uns quantos livros para doar á biblioteca da  cidade onde moro,  e antes de ir carregada que nem um camião, passo por lá e pergunto ao funcionário se aceitam doações de livros (todas as bibliotecas deveriam aceitar, penso eu), ele com muita má vontade responde, nem por isso, é difícil, têm de ser aprovados pela Drª Fulanita tal e é complicado. Agradeço e saio muito indignada e frustada, menos mal que não tinha lá os livros, ainda lhos mandava ao "fucinho". Contacto outra biblioteca e na mesma semana combinamos a doação, a sensação de doar algo e ver logo a disponibilidade e o agradecimento pelos livros que ainda nem os tinham recebido, deixou-me muito feliz. O meu problema é que não moro lá, e tive de pedir auxílio ao meu pai, que é um sujeito com um humor que nem vos conto....

" -Pai, podes por favor durante a semana ir entregar este saco de livros à biblioteca? Já está ai o impresso preenchido.

-Mas são só estes? Não queres mandar aqueles, daquelas estantes?

- Nem penses, são só os do saco, está bem!!!! "

Olho para as estantes e vejo o livro A Filha do Capitão do José Rodrigues dos Santos, e rapidamente tiro-o da estante e digo para ele o ler, fala sobre os nossos soldados e a Primeira Guerra Mundial, tinhamos acabado de ver uma reportagem e estava entusiasmado.

Resposta: Ah deixa aí, deve ser giro. 

 Ele disse sim....consegui que o meu pai lesse um livro ou pelo menos pegasse nele. Ontem fui ao quarto dele e qual não é o meu espanto  que já em leitura avançada para quem pouco ou nada lê.  O pior foi abrir a página e ver que o marcador era apenas e só a folha dobrada......isso quase que me deixou triste, mas depois fui buscar um marcador e ofereci-lho.

Ele está a gostar, lê é um bocadinho devagar....segundo ele a idade pede  descanso e leituras só quando o sono não chega.....

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Em destaque no SAPO Blogs
pub