Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a herança do vazio

Blogue de pensamentos, acontecimentos, experiências, viagens e coisas minhas.

a herança do vazio

Blogue de pensamentos, acontecimentos, experiências, viagens e coisas minhas.

Julho 22, 2020

m.

Em resumo, saímos do estado de emergência, e entramos no estado de desconfinamento, ou confusão, ou há tanto tempo que não vos via.

Um dia destes à entrada encontrei a vizinha do 4º andar, e o nosso reencontro, com o distanciamento social devido e tal,  foi como se tivesse visto a minha pessoa favorita do mundo, que sensação tão boa e feliz, encontramos pessoas que já não víamos há meses....Quanto ao vizinho do lado, bom, não o vejo, mas sinto, mais do que vejo as sapatilhas, de andar por fora, que ficam em quarentena, até que alguém lhes limpe as solas....por acaso uma manhã destas encontrei-o à saída do elevador, com as mesmas calçadas...estava com receio do que teria acontecido às sapatilhas. 

Por outro lado, acho que estamos todos um bocadinho, esquecidos, stressados e "apanhados do clima", não sabemos muito bem como reagir e interagir com as pessoas. Passamos por alguém e afastamo-nos, não nos olhamos directamente, desviamos o olhar, fugimos de passeio se vemos ajuntamentos. 

 

Julho 26, 2019

m.

Não sei se sou eu, ou, é geral, mas parece-me que as pessoas, estão tristes e desanimadas, mesmo aquelas que acabaram de vir lá dos locais onde ficam cor de madeira escura, as ditas férias, onde é suposto recuperar energias, bom humor, felicidade, só que não, anda tudo com umas caretas de tristeza, que metem dó....coitadas.

Já não falando na situação do país, que isso sim é de ir ás lágrimas, e pedir socorro, tirem-me deste filme de terror.

E as bocas, de quem nos gere o destino, é de ficar com os pelos em pé, que horror "minha gente", tento na língua, já dizia a  minha avó.

Ou do desporto, andaram a pancada, num determinado balneário, ou foi só cartoon???

Piores estão os nossos vizinhos aqui do lado, que nunca mais têm governo, mas são felizes. E governam-se a eles próprios. Ao contrário de cá que só se governam meia dúzia....enfim, não desanimenos, que amanhã é sábado e depois domingo, e são dois dias sem ver notíciários, que só me deprimem.

Abril 30, 2019

m.

Sem dúvida que a vida pode mudar em centésimas de segundo, e um bater de asas de uma borboleta causar um terramoto.

Há que seguir em frente e quando olhamos para o lado há sempre pessoas que estão piores (das melhores nem me lembro), e isso também ajuda, a infelicidade alheia, o pensar que não tenho o direito de baixar os braços, porque aquela pessoa ali ao lado está muito pior do que eu, e está a reagir, a lutar, a viver muitas vezes sobrevivendo.

O que me anima, na verdade é a familia, aqueles momentos mágicos e de convivio, os amigos, a literatura e a música, quando estou desanimada, só consigo ouvir música cantada por "dead people", e depois alento e contente que a vida é para ser vivida e momentos maus ou menos bons também fazem parte desta.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub