Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a herança do vazio

Blogue de pensamentos, acontecimentos, experiências, viagens e coisas minhas.

a herança do vazio

Blogue de pensamentos, acontecimentos, experiências, viagens e coisas minhas.

27
Nov19

André Rieu no Pavilhão Atlântico; Meo Arena; Altice Arena ou o que lhe queiram chamar

m.

Isto do nome do ex-Pavilhão Atlântico, foi só para enervar. Porque de verdade chame-se o que se lhe chamar, a entidade promotora deste espectáculo está de parabéns e o André Rieu e Orquestra ainda mais, que espectáculo maravilhoso, fantástico, e divertido na melhor das companhias, a Família. Sim porque como diz o André "A Música une as pessoas".

Foi uma tarde de passeio, aos anos que não tinha nada para fazer, excepto esperar pelos companheiros e pela hora do espectáculo, sabe tão bem, estar a passear com o tempo, ni, e sem ter pressa, stress, um relaxe total.

Ainda pensei ir ver a exposição do Harry Potter, mas não é para mim, já sou crescidinha demais, e cá para nós, que ninguém nos ouve, não me atraiu assim tanto os filmes, vi o primeiro no cinema por engano, e os outros nem para eles olhei, mas atenção eu respeito quem goste e vibre, eu é que gosto de outras coisas, como por exemplo as altas expectativas que tinha para o concerto, e não desiludiu, pelo contrário foram amplamente superadas.

Começamos pelo ambiente envolvente, o público, pouco respeito pelos horários, era para começar às 20:30, e começou, mas a entrada em palco, foi qualquer coisa de diferente e brilhantemente arquitectado, todos os músicos entraram por uma lateral, e foram amplamente aplaudidos, pelo pouco público que ainda estava, principalmente nas plateias, de baixo, exactamente onde deviam estar completas ou quase completas, o André disse, que estavam alguns atrasados, e tinha razão.

O espectáculo de cor em cima do palco eram alegre de se ver, deu-me uma sensação de conto de fadas, ou das princesas da Disney, alegria, e divertimento eram e foram o mote do concerto, com músicas conhecidas e cantadas por todos, risos, alguma neve (surpreendendo os espectadores da plateia), foi tão engraçado do alto do meu balcão ver as caras de surpreendidos. No fim houve mais neve e balões, o nosso pequeno reclamou que também queria um balão, mas nós compreendemos, é difícil cobrir todo o Pavilhão (sim, eu insisto, e não desisto), com aquelas plataformas.

Um espectáculo/concerto memorável, que eu repetiria outra vez e outra vez...até nunca me cansar.

Porque a Música faz-nos bem e provoca-nos sensações e emoções como poucas coisas conseguem.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Em destaque no SAPO Blogs
pub