Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a herança do vazio

Blogue de pensamentos, acontecimentos, experiências, viagens e coisas minhas.

a herança do vazio

Blogue de pensamentos, acontecimentos, experiências, viagens e coisas minhas.

Março 25, 2019

m.

As minhas viagens mensais são um bocadinho, cansativas, caras e longas, e ontem apagaram as luzes, ou melhor, a A24 continua ás escuras e sem luz, mesmo nos acessos às estações de serviço.

Será que o absurdo de euros que pagamos não dá para pagar à companhia de electricidade e se em vez de estarem os candeeiros TODOS apagados, não haveria outra solução senhores da concessionária, que só vêm euros à frente???

Claro que reclamo e vou reclamar, num País cheio de sol, vento e mar, acho um absurdo não se aproveitarem estas energias para produção de eletrecidade, por exemplo.

 

 

Março 22, 2019

m.

Dá trabalho,  requer uma atenção, não diária, porque há muitos outros afazeres, mas pelo menos semanal, e eu, ainda não entrei mesmo nesta rotina, tenho ás vezes lacunas de ideias, e o que mais me custa nem são os posts, são os títulos, faltam-me ideias, e depois vou ver e já tenho um parecido, e deixo sempre para o fim.

Tamanho e tipo de letra, essa é outro dos meus "karmas", só me lembro ás vezes já o pobre do post estar publicado, ou agendado, volto a abrir e editar vezes sem conta.

Outra coisa ainda que me deixa muitas vezes a pensar, as tags....pois é, é sempre um "pequeno pesadelo".

Fotos, imagens sei que tenho poucas, porque publico pelo telemóvel e edito no pc, complicado, sim, mas tem mesmo de ser.

Mas no fundo, no fundo, gosto mesmo disto e de vir aqui, se não escrever, pelo menos ler os blogues que sempre sigo, que são cada dia melhores.

Março 22, 2019

m.

É com choque e horror, que tenho acompanhado as notícias em Moçambique, impotente e aterrorizada com tanta infelicidade de um povo atormentado por guerras, corrupção, e uma natureza contra.

Tão desolador, uma região e um povo, homens, mulheres e crianças tragicamente afectados e impotentes, fico de coração apertadinho perante as imagens e o pouco que se pode fazer para  o seu auxilio.

Força Moçambique.

Março 21, 2019

m.

20190310_110646.jpg

 

Um banco de jardim, ali colocado só para nós olharmos e contar as pedras do muro, as folhas dos ramos,  pensar, meditar,  aproveitar para colocar a conversa em dia.

Muito havia para dizer deste banco, só que não, está ali sempre só, isolado dos seus outros "irmãos bancos" e a paisagem não ajuda, passam por ti e ignoram-te, desprezam-te, quase como o que se passa com os seres humanos.

Acho que no fundo este banco é tão parecido com a maioria de nós isolado, sozinho, alheado de tudo e de todos.

Um banco também pode ser uma ilha.

Março 07, 2019

m.

Felizmente não sofro, nem vi ou vejo os mais próximos, mas já partilhei paredes com vitimas e agressores e é horrível, apesar dos apelos, telefonemas, quase todos os dias, quando aquele odioso (não consigo chamar-lhe outro nome) chegava a casa, eram portas a bater, gritos, choros, objectos partidos e gritos insanos de mãe e crianças. A policia tocou tantas vezes à campainha, que se tornou "normal", e depois nada, parava o barulho, apenas com uma conversa com o odioso, e ele prometia e jurava que parava e justificava-se, mas nunca ouvi ou vi mais nada que isto. Parava um dia ou dois e depois mais uma noite insana.. e assim continuavam, não sei o que aconteceu, porque depois mudei-me de cidade, mas são pessoas (menos o odioso), das quais me lembro muitas vezes.

É triste, estes dias em que há um apelo à consciência de todos os seres humanos, estes dias não deveriam ser necessários, e abrimos as notícias, mais uma vítima, é todos os dias a mesma coisa e nós impotentes, o que poderemos fazer, sem termos o poder de agir, ou a nossa pouca acção pouco ou nada muda.

Políticos e associações que defendem, promovem, as acções não deveriam ser só nestas datas tristemente recordadas, as acções tem de ser todos os dias a todas as horas.

É urgente os que detêm o poder e o dever de agir, começaram já, porque para muitas (os), já é muito tarde.

Março 05, 2019

m.

Nesta nossa nova "renovada " tv é só encontros amorosos, em carro, em restaurante, em plena natureza, mães que se tornam cupidos, arriscando ser lamechas, estou abismada com os conceitos e goste-se ou não, indiferentes não ficamos. 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub